Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘País acabando e o cara fazendo desfile’, diz Anitta a Bolsonaro

Segundo ela, presidente é ‘energúmeno que só olha para o próprio umbigo’

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 10 ago 2021, 16h45 - Publicado em 10 ago 2021, 15h51

A cantora Anitta usou as redes sociais para engrossar o coro dos críticos ao desfile de tanques em frente ao Palácio do Planalto nesta terça-feira. A estrela pop postou há pouco uma sequência de oito mensagens fustigando o presidente Jair Bolsonaro, seu governo e seus apoiadores.

Ela afirmou que enquanto o país vive o drama das mortes pela Covid-19 e a deterioração da economia e dos empregos, Bolsonaro se ocupa com desfiles infames, brigas políticas de baixo nível e propostas absurdas, como a do voto impresso. 

Recentemente, Anitta assumiu o posto de conselheira de Administração do Nubank justamente por sua influência positiva sobre os jovens e comunidades de periferia. 

A intérprete do hit “Girl From Rio” tem sido uma crítica contumaz do presidente, principalmente na área ambiental e na gestão da pandemia. No fim de junho, por exemplo, ela foi às redes criticar a fúnebre marca de 500 mil mortos pelo coronavírus no Brasil

Nesta terça-feira, Anitta disse que o mandatário do Executivo é um “energúmeno que só olha para o próprio umbigo” e sua postura isola o país ainda mais no cenário internacional. 

“Até a diretora da minha escola cancelava o desfile do pelotão da bandeira quando tinha uma chuva ou um empecilho do tipo. O cara com o país acabando tá fazendo desfile. Olha, vou te falar, viu?”, disse ela, que se posicionou contra o voto impresso defendido por Bolsonaro. 

“Parece uma piada: o cara que faz seu marketing e sua campanha eleitoral toda baseada em internet, fake news e tecnologia robô agora quer que o povo vote impresso”, afirmou. 

Anita disse que o país está “se desfazendo em preços altíssimos, desemprego e mortes” e que presidente de outras nações devem estar com a famosa “vergonha alheia” de Bolsonaro. “Nenhum outro país quer ter relações com o Brasil nesse momento. Estamos isolados do mundo”, disse. 

O isolamento, disse Anitta, é prejudicial ao ambiente econômico brasileiro. “E não pensem vocês que ter boa relação com outros países só afeta a vida do rico. Não, não!”, disse. 

Continua após a publicidade

Publicidade