Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Osesp acaba com assinaturas e reserva de lugares em função da pandemia

Ingressos desta temporada terão preço único, de 120 reais

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 23 fev 2021, 11h53 - Publicado em 23 fev 2021, 18h32

A mais consagrada orquestra sinfônica do país precisou tomar medidas drásticas para tirar do papel a temporada de concertos que se inicia no dia 11 de março, quando o regente titular Thierry Fischer apresenta a estreia mundial de Ojí – Chegança e Ímpeto, de Paulo Costa Lima, e O Pássaro de Fogo, de Igor Stravinsky.

Neste primeiro semestre, a Osesp decidiu vender somente ingressos avulsos, no valor de 120 reais a inteira e 60 reais a meia-entrada. Os lugares não serão marcados – os assentos serão ocupados por ordem de chegada. As ações são parte das adequações impostas pela pandemia, que também acabou por restringir a capacidade da Sala São Paulo, limitada a 480 de seus 1.498 lugares.

Os assinantes tiveram prioridade na compra dos ingressos, iniciada na semana passada. As vendas ao público em geral começam no dia 1º de março. As transmissões digitais ao vivo continuam ao longo do ano. A expectativa é que o formato tradicional de venda de ingressos retorne já no segundo semestre deste ano.

Publicidade