Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Os bastidores da reunião do STF que decidiu a resposta a Bolsonaro

A avaliação dos ministros sobre o 7 de setembro teve altos e baixos

Por Robson Bonin Atualizado em 9 set 2021, 18h10 - Publicado em 12 set 2021, 12h06

Edson Fachin, Ricardo Lewandowski e Luís Roberto Barroso se uniram na reunião no STF para garantir que a fala de Luiz Fux em nome da Corte fosse dura com Jair Bolsonaro. Nas palavras de um ministro do STF, o trio estava com “sangue nos olhos”.

Quando Nunes Marques ensaiou pedir cautela, foi duramente repelido. “Não é o momento de relativizar nada”, disse Fachin.

A avaliação dos ministros sobre o 7 de setembro teve altos e baixos. A Polícia Militar não aderiu ao golpismo, mas… o evento golpista levou muita gente.

Publicidade