Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Orquestra Afro-Brasileira faz show para comemorar 79 anos de fundação

Apresentação, gravada sem público, será exibida no dia 13 de maio e será conduzida pelo maestro Carlos Negreiros

Por Mariana Muniz Atualizado em 30 abr 2021, 15h31 - Publicado em 29 abr 2021, 18h30

A Orquestra Afro-Brasileira (OAB) grava show, sem público, no dia 29 de abril, no Armazém Utopia, no Rio, em homenagem aos seus 79 anos de fundação, que será exibido no dia 13 de maio (133 anos da Lei Áurea), no canal Cultne, a partir das 19h, no Youtube.

O maestro, compositor, percussionista e barítono Carlos Negreiros é o diretor artístico do projeto — o maestro é Caio Cezar — e é o único remanescente da formação original da OAB e tem a mesma idade da orquestra.

Fundada em 10 de abril de 1942 por Abigail Moura, a OAB inovou ao fundir os ritmos ancestrais africanos à música erudita e acabou sendo extinta durante a ditadura militar.

Um nova formação se uniu, em 2017, para gravação do CD comemorativo pelos 75 anos de existência e, desde então, a orquestra vêm se apresentando pelo país.

 

Continua após a publicidade

Publicidade