Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Oposição atua contra “blindagem” de Eduardo Bolsonaro no Conselho de Ética

Deputados da esquerda já falam em voto separado contra arquivamento do caso que envolve o AI-5

Por Evandro Éboli - Atualizado em 2 dez 2019, 17h06 - Publicado em 2 dez 2019, 16h06

Deputados da oposição que integram o Conselho de Ética detectaram um movimento pelo arquivamento do processo contra Eduardo Bolsonaro no Conselho de Ética.

Ao menos no caso mais importante dos dois que ele responde, o referente à alusão que fez ao AI-5.

A turma avalia que qualquer que seja, dos três sorteados, o escolhido para relator do caso, voto será pela não procedência da acusação, que, se aprovado, resulta no arquivamento.

O grupo de esquerda ali articula um voto em separado para derrotar o possível parecer pró-Eduardo e que a representação seja aceita e o processo aberto.

Publicidade

Os três sorteados para esse caso foram Darci de Matos (PSD-SC), Igor Timo (Pode-MG) e Sydney Leite (PSD-AM).

O nome será definido essa semana.

A outra ação contra Eduardo tem o PSL como autor e o acusa de “linchamento virtual” contra Joice Hasselmann (PSL-SP).

Publicidade