Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Obesidade em jogo

A Anvisa decidirá na segunda-feira, em reunião colegiada, se permitirá a permanência no mercado de medicamentos à base de sibutramina, usados no tratamento da obesidade. Desde que a anfetamina foi varrida dos laboratórios, a sibutramina é o princípio ativo da maioria esmagadora dos remédios receitados para combater o sobrepeso. Ou seja, caso a Anvisa decida […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h32 - Publicado em 5 abr 2013, 16h31

Favorável à manutenção

A Anvisa decidirá na segunda-feira, em reunião colegiada, se permitirá a permanência no mercado de medicamentos à base de sibutramina, usados no tratamento da obesidade.

Desde que a anfetamina foi varrida dos laboratórios, a sibutramina é o princípio ativo da maioria esmagadora dos remédios receitados para combater o sobrepeso.

Ou seja, caso a Anvisa decida vedar sua comercialização, praticamente todos medicamentos com este fim disponíveis hoje serão banidos das prateleiras. Mas a chance de a agência optar pela radicalização é mínima.

Dirceu Barbano, relator do processo que corre na Anvisa, já se posicionou favorável à manutenção da substância. Segundo ele, nos pareceres técnicos elaborados por médicos, com base no acompanhamento de pacientes, há poucos relatos adversos.

Continua após a publicidade
Publicidade