Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O tiro no pé do discurso de Dilma na ONU

O alarde feito pelo núcleo duro de Dilma Rousseff em relação ao seu pronunciamento na ONU, onde denunciaria o “golpe” contra seu mandato, virou um tiro pela culatra. O recuo em relação à intenção e o discurso morno, focado no acordo do clima e com menção vaga apenas a “retrocessos” no país, deu munição farta […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h54 - Publicado em 25 abr 2016, 18h14
Dilma: Saiu pela culatra

Dilma: Saiu pela culatra

O alarde feito pelo núcleo duro de Dilma Rousseff em relação ao seu pronunciamento na ONU, onde denunciaria o “golpe” contra seu mandato, virou um tiro pela culatra.

O recuo em relação à intenção e o discurso morno, focado no acordo do clima e com menção vaga apenas a “retrocessos” no país, deu munição farta para a oposição destruir o discurso de uma ofensiva golpista.

De um deputado oposicionista:

– Agora não vejo a hora de um deputado governista vir falar em golpe na tribuna, para pedir a palavra e retrucar: se há golpe, então por que vocês não denunciaram na ONU?

Continua após a publicidade
Publicidade