Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O plano C

Garibaldi Alves não quer nem ouvir falar em campanha ao governo do Rio Grande do Norte em 2014 (Leia mais em: Das duas, uma). Se possível, vai permanecer na Esplanada enquanto Dilma Rousseff deixar. Garibaldi tentou convencer Henrique Alves a embarcar na cabeça de chapa do PMDB ao governo. Henrique Alves torceu o nariz e, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h58 - Publicado em 18 nov 2013, 08h08
Longe do governo do estado

Longe do governo do estado

Garibaldi Alves não quer nem ouvir falar em campanha ao governo do Rio Grande do Norte em 2014 (Leia mais em: Das duas, uma). Se possível, vai permanecer na Esplanada enquanto Dilma Rousseff deixar.

Garibaldi tentou convencer Henrique Alves a embarcar na cabeça de chapa do PMDB ao governo. Henrique Alves torceu o nariz e, ao menos por ora, quer ficar na cadeira da Presidência da Câmara.

Ambos fugindo da raia, Henrique Alves e Garibaldi agora tentam construir o nome de Fernando Bezerra ao governo potiguar – nada a ver com o pernambucano do PSB, que compunha o ministério de Dilma até outro dia.

O Bezerra dos sonhos do PMDB de Garibaldi é o ex-líder do governo no Senado e ex-ministro durante a gestão FHC. Publicamente, Bezerra, que não entusiasma a cúpula nacional do partido, não se declara candidato, mas as conversas estão para lá de adiantadas.

Continua após a publicidade
Publicidade