Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O longo caminho para se acabar com processos ocultos no STF

No fim do mês passado, Ricardo Lewandowski acabou com os chamados processos ocultos no STF – aqueles que sequer no sistema apareciam. Mas, quem tenta encontrar alguns destes casos percebe que nem todos estão disponíveis no sistema do Supremo na internet. A lentidão tem um motivo: os processos e seus respectivos andamentos estão sendo cadastrados manualmente, […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h31 - Publicado em 14 jun 2016, 13h03
OAB contra o poder das Assembleias

Lentidão tem motivo

No fim do mês passado, Ricardo Lewandowski acabou com os chamados processos ocultos no STF – aqueles que sequer no sistema apareciam.

Mas, quem tenta encontrar alguns destes casos percebe que nem todos estão disponíveis no sistema do Supremo na internet.

A lentidão tem um motivo: os processos e seus respectivos andamentos estão sendo cadastrados manualmente, um a um.

A área de informática do STF não encontrou um método seguro para fazer o cadastramento dos 194 processos em bloco. Com isso, cada gabinete está cadastrando os seus.

Além disso, o serviço está sendo feito com atenção redobrada. Os ministros acreditam que, se algum andamento for lançado de maneira errada, os advogados dos réus vão aproveitar para tentar tumultuar os casos.

Continua após a publicidade
Publicidade