Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O livro de Eduardo Cunha vai tirar Dilma Rousseff do esquecimento

A obra já tem trinta páginas e nome definido

Por Robson Bonin Atualizado em 24 jul 2020, 10h22 - Publicado em 24 jul 2020, 06h02

No isolamento domiciliar desde 31 de março, quando deixou a prisão, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha começou a escrever seu livro de memórias.

ASSINE VEJA

Os ‘cancelados’ nas redes sociais Leia nesta edição: os perigos do tribunal virtual. E mais: nova pesquisa sobre as eleições presidenciais de 2022
Clique e Assine

Personagem central na sucessão de eventos que levaram Dilma Rousseff e o PT à ruína no Planalto, Cunha deve resgatar esse capítulo recente de política nacional.

A obra já tem trinta páginas e nome definido: “Tchau, querida!“

Publicidade