Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O governo paga

Os gastos com estruturas temporárias na Fonte Nova serão assumidos pelo governo da Bahia. Até o fim do mês, a licitação vai custar 32 milhões de reais. Nem toda sede fará concorrência pelo serviço – o Rio de Janeiro, por exemplo, resolveu usar a mesma empresa que bancou as estruturas temporárias (Leia mais aqui).

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h06 - Publicado em 4 abr 2014, 18h32
Fonte Nova: novos gastos vem aí

Fonte Nova: novos gastos vem aí

Os gastos com estruturas temporárias na Fonte Nova serão assumidos pelo governo da Bahia. Até o fim do mês, a licitação vai custar 32 milhões de reais.

Nem toda sede fará concorrência pelo serviço – o Rio de Janeiro, por exemplo, resolveu usar a mesma empresa que bancou as estruturas temporárias (Leia mais aqui).

Publicidade