Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O fenômeno de um estreante

A Intrínseca, que reina na lista dos mais vendidos, está emplacando um novo fenômeno – desta vez de um autor estreante. Eu me chamo Antônio, de Pedro Gabriel — um publicitário por formação, mas que se define como “desenhador de palavras”. Desde que foi lançado no dia 21 de novembro, já vendeu 20 000 exemplares, tem […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h50 - Publicado em 9 dez 2013, 06h37
eu me chamo antonio

20 000 exemplares vendidos em menos de um mês

A Intrínseca, que reina na lista dos mais vendidos, está emplacando um novo fenômeno – desta vez de um autor estreante. Eu me chamo Antônio, de Pedro Gabriel — um publicitário por formação, mas que se define como “desenhador de palavras”.

Desde que foi lançado no dia 21 de novembro, já vendeu 20 000 exemplares, tem mais 30 000 nas livrarias. Outros 30 000 estão sendo impressos. Em sua página no Facebook, Gabriel já tem 400 000 fãs.

Publicidade