Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O ‘efeito Lula’ na equipe econômica de Paulo Guedes

Discurso do ex-presidente caiu como 'injeção de desânimo' nos corredores do Ministério da Economia

Por Mariana Muniz Atualizado em 12 mar 2021, 09h02 - Publicado em 11 mar 2021, 09h31

A aparição de Lula nesta quarta-feira fez aumentar ainda mais o desânimo na equipe de Paulo Guedes no Ministério da Economia — abatida desde o episódio da mudança no comando da Petrobras.

A fala do petista reforçou na área econômica, que defende uma agenda completamente diferente do ex-presidente, a percepção do que o governo perdeu o timing para aprovar a agenda de mudanças no Parlamento.

Com a antecipação da pré-campanha a partir do ressurgimento do petista, tudo ficará mais difícil no Congresso. É a avaliação da turma.

Leia também:

  • Decisão desastrada de Fachin muda jogo político e reforça polarização.
  • Mesmo com concessões, governo vê PEC Emergencial como ganho institucional.
  • Vacinação: no pior momento da pandemia, principais autoridades do país ensaiam reação.
  • Economia do Brasil segue travado por incerteza do futuro.

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade