Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O drama dos caciques bolsonaristas do Nordeste com o retorno de Lula

Com o viés de baixa do Planalto, quem está no Senado já pensa em tentar uma cadeira na Câmara em 2022

Por Robson Bonin Atualizado em 16 abr 2021, 16h08 - Publicado em 16 abr 2021, 16h30

Na esteira da volta de Lula aos palanques, muito cacique do Nordeste que se juntou a Jair Bolsonaro no Congresso já começa a reavaliar o futuro eleitoral.

Aliados do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, por exemplo, dizem que o outrora ex-ministro de Dilma Rousseff deve desistir de tentar um novo mandato na Casa no próximo ano.

Com a força de Lula em Pernambuco, seu reduto eleitoral, o bolsonarista Bezerra deve tentar uma vaga na Câmara. O mesmo caminho deve seguir um filho do líder que já é deputado.

“Enquanto Bolsonaro comete todos os erros possíveis no Planalto, o Lula vai avançando. No Nordeste, essa turma do Bolsonaro já sabe que não terá mais espaço para grandes ambições”, diz um interlocutor da cúpula petista em Pernambuco.

Continua após a publicidade
Publicidade