Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O carinho e a pancada

Fernando Francischini está preparando um requerimento para convidar à CPI mista da Petrobras o presidente da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal, Marcos Leôncio Ribeiro, para falar sobre as condições de trabalho dos policiais federais que atuam na Lava Jato. Com o movimento, Francischini, que é delegado da PF, acertará dois alvos. Fará um […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h54 - Publicado em 9 out 2014, 16h02
Pedido de investigação

Uma cajadada

Fernando Francischini está preparando um requerimento para convidar à CPI mista da Petrobras o presidente da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal, Marcos Leôncio Ribeiro, para falar sobre as condições de trabalho dos policiais federais que atuam na Lava Jato.

Com o movimento, Francischini, que é delegado da PF, acertará dois alvos. Fará um carinho na sua categoria e, de quebra, dará palco para a associação descer a borduna no governo. A base aliada, na certa, trabalhará como pode para evitar a presença de Leôncio na comissão.

Publicidade