Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O agente de Yousseff

A quadrilha de Alberto Yousseff & Cia tinha um agente federal no Aeroporto Galeão (RJ) para facilitar o transporte de dinheiro do grupo. Um relatório da Polícia Federal detalha a atuação de Jayme Alves de Oliveira Filho, mais conhecido como Careca. Segundo o relatório, baseado em planilhas apreendidas com Yousseff, Careca entre os anos de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h39 - Publicado em 14 nov 2014, 21h30
Galeão: quadrilha tinha PF como operador

Galeão: quadrilha tinha PF como operador

A quadrilha de Alberto Yousseff & Cia tinha um agente federal no Aeroporto Galeão (RJ) para facilitar o transporte de dinheiro do grupo.

Um relatório da Polícia Federal detalha a atuação de Jayme Alves de Oliveira Filho, mais conhecido como Careca.

Segundo o relatório, baseado em planilhas apreendidas com Yousseff, Careca entre os anos de 2011 e 2012 transportou ou entregou os seguintes valores: 13 milhões de reais em espécie, 991 300 dólares e 375 000 euros.

Yousseff também tinha outros subordinados para transportar dinheiro.

Uma das entregas ou retiradas de dinheiro, segundo a PF, foi feita na UTC em setembro de 2013.

Continua após a publicidade
Publicidade