Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Nunca antes na história deste país…

Ninguém segura o preço da energia. O governo definiu os preços do megawatt-hora para esta semana em níveis inimagináveis pelo mercado até semanas atrás. Passou de 1 065,74 reais o megawatt-hora para 1 691,39 reais megawatt/hora nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul. No Norte e Nordeste, no entanto, caiu: de 863,47 reais o megawatt-hora para […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h28 - Publicado em 11 fev 2014, 12h21
Aviso ao PMDB

Lobão: energia mais cara

Ninguém segura o preço da energia. O governo definiu os preços do megawatt-hora para esta semana em níveis inimagináveis pelo mercado até semanas atrás.

Passou de 1 065,74 reais o megawatt-hora para 1 691,39 reais megawatt/hora nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul.

No Norte e Nordeste, no entanto, caiu: de 863,47 reais o megawatt-hora para 736,59 reais o megawatt-hora no Nordeste e de 863,47 reais o megawatt-hora para 205,95 reais o megawatt-hora na região Norte.

(Atualização, às 19h21: os valores informados acima referem-se ao custo de gerar 1 megawatt-hora adicional. Este custo está mais alto por causa do intenso uso de termelétricas, mais caras que as hidrelétricas e que hoje correspondem a cerca de 22% da energia consumida no Brasil)

 

Continua após a publicidade

Publicidade