Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Novo alvo

Com o kit-gay aparentemente fora do noticiário, Jair Bolsonaro se agarrou aos militares para continuar batendo no governo. Desta vez, Bolsonaro ataca o governo por pressionar os militares no episódio da nota com críticas a Dilma Rousseff, por ela não ter censurado falas de ministras e do PT contra a ditadura. No plenário da Câmara, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 09h26 - Publicado em 1 mar 2012, 09h23

“Lombriga anêmica”

Com o kit-gay aparentemente fora do noticiário, Jair Bolsonaro se agarrou aos militares para continuar batendo no governo.

Desta vez, Bolsonaro ataca o governo por pressionar os militares no episódio da nota com críticas a Dilma Rousseff, por ela não ter censurado falas de ministras e do PT contra a ditadura.

No plenário da Câmara, por exemplo, Bolsonaro só se refere a Maria do Rosário por um termo nada elegante: lombriga anêmica. Diz Bolsonaro:

— Aquela lombriga anêmica diz que vai prender os militares e a Dilma bate palma.

Continua após a publicidade
Publicidade