Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Nome de segurança

O departamento do Ministério da Justiça responsável pela segurança na Copa do Mundo e nas Olimpíadas mudou de mãos: o nome do delegado da Polícia Federal Andrei Augusto Rodrigues foi publicado no Diário Oficial de hoje como o novo chefe da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos. Rodrigues chega com currículo para lá de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h38 - Publicado em 12 ago 2013, 18h01

Ex-chefe da segurança durante a campanha

O departamento do Ministério da Justiça responsável pela segurança na Copa do Mundo e nas Olimpíadas mudou de mãos: o nome do delegado da Polícia Federal Andrei Augusto Rodrigues foi publicado no Diário Oficial de hoje como o novo chefe da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos.

Rodrigues chega com currículo para lá de carimbado: ele foi o chefe da segurança de Dilma Rousseff durante a campanha presidencial de 2010 – todos os postulantes ao Palácio do Planalto têm direito a serem acompanhados por agentes da PF no período da corrida eleitoral.

Rodrigues, que há dois anos estava lotado em Madri, chega logo após a turbulenta visita do papa Francisco ao Brasil e em meio a um cabo de guerra com as Forças Armadas para ver quem dará a última palavra em segurança nos grandes eventos.

A ascensão de Rodrigues, porém, não pode ser atribuída aos episódios vistos com o papa no Rio. Seu antecessor, Valdinho Jacinto Cetano já havia anunciado que deixaria o posto assim que acabasse a Jornada Mundial da Juventude, justamente por não aceitar que a PF perdesse autonomia em relação ao militares.

Continua após a publicidade
Publicidade