Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ninguém topou salvar o líder de Temer

Senadores se recusaram a presidir sessão que garantiria cadeira da Anvisa a Andre Moura

Por Gabriel Mascarenhas 21 dez 2018, 18h03

Emissários do Palácio do Planalto e de Eunício Oliveira tentaram até o último minuto uma alternativa para que Andre Moura,  indicado a uma vaga da diretoria da Anvisa, fosse sabatinado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.

Assim que Marta Suplicy jogou no ventilador sua decisão de trabalhar contra Moura, os aliados dos emedebistas saíram à caça de algum integrante da CAS disposto a presidir uma sessão do colegiado para sabatinar o líder de Temer, à revelia de Marta, a presidente da comissão.

Obviamente, ninguém topou.

Elmano Férrer, ao ser procurado por aliados do governo, negou a proposta enfaticamente: “Não sou maluco para terminar o ano saindo tão mal na fotografia”.

Continua após a publicidade
Publicidade