Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Não se assuste, por favor

Durante uma conferência de resultados trimestrais, Alex Zornig, diretor da Oi, disse aos analistas esperar que o novo banco escolhido para definir o preço das ações da Telemar dentro do processo de reorganização societária “não se assuste” e entregue o laudo de avaliação para que o processo ande. Segundo a Lei das S/A, caso haja […]

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2017, 20h26 - Publicado em 28 out 2011, 19h24

Durante uma conferência de resultados trimestrais, Alex Zornig, diretor da Oi, disse aos analistas esperar que o novo banco escolhido para definir o preço das ações da Telemar dentro do processo de reorganização societária “não se assuste” e entregue o laudo de avaliação para que o processo ande.

Segundo a Lei das S/A, caso haja algum prejuízo para a empresa ou acionistas, o avaliador pode ser responsabilizado. O Citibank a primeira escolha da Oi, chegou a entregar uma análise mas pediu que não fosse usada. O Citi não disse oficialmente, mas uma carta dos minoritários da Polo alertando sobre o risco jurídico motivou a desistência.

A assembleia dos acionistas da Telemar será na quinta-feira que vem. Os candidatos a avaliadores são os bancos Santander, BNP Paribas e Fator.  Zornig acha que até o final de janeiro estará todo o processo de reorganiozação da Oi poderá estar resolvido.

Publicidade