Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Não cometi crime

Luiz Gushiken quer mudar seu pedido de absolvição da acusação de desvio de dinheiro público a que responde no processo do mensalão. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, quer absolvê-lo do crime por falta de provas. Nas dezoito páginas de suas alegações finais, Gushiken quer ser absolvido por não ter cometido o crime. Ele disse […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 10h45 - Publicado em 16 set 2011, 08h24

Luiz Gushiken quer mudar seu pedido de absolvição da acusação de desvio de dinheiro público a que responde no processo do mensalão. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, quer absolvê-lo do crime por falta de provas. Nas dezoito páginas de suas alegações finais, Gushiken quer ser absolvido por não ter cometido o crime. Ele disse que, como ministro-chefe da Secom, jamais deu ordem para que Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil, adiantasse fizesse adiantamentos do fundo Visanet.

Publicidade