Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Nada mudou no crédito consignado

Há três meses, o Banco Central publicou uma circular proibindo contratos de exclusividade para a concessão de crédito consignado. Beleza. O problema é que servidores públicos estaduais ainda estão com dificuldades para fazer a regra valer na Bahia, Maranhão, Rio Grande do Norte, Piauí, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Distrito Federal. O mesmo […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 12h16 - Publicado em 15 abr 2011, 12h33

Há três meses, o Banco Central publicou uma circular proibindo contratos de exclusividade para a concessão de crédito consignado. Beleza. O problema é que servidores públicos estaduais ainda estão com dificuldades para fazer a regra valer na Bahia, Maranhão, Rio Grande do Norte, Piauí, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Distrito Federal. O mesmo problema ocorre com os funcionários de diversas prefeituras, como a de São Paulo.

A briga, que não envolve valores nada pequenos, segue na Justiça. Segundo o Banco Central, o volume de crédito consignado concedido a servidores públicos pelos treze maiores bancos do país totalizou cerca de 121, 5 bilhões de reais em fevereiro.

Publicidade