Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Na internet, brasileiro quer sigilo acima de tudo

Pesquisa feita pela consultoria GfK mostra que internautas daqui não querem divulgação de dados

Por Ernesto Neves - Atualizado em 27 jan 2017, 11h40 - Publicado em 27 jan 2017, 07h00

Um terço dos internautas brasileiros não concorda em compartilhar informações pessoais em troca de benefícios, descontos e serviços personalizados.

A informação faz parte de uma pesquisa da consultoria GfK realizada em 17 países. Os entrevistados indicaram o quanto concordam ou discordam da afirmação: “estou disposto a compartilhar meus dados pessoais (saúde, finanças, trajetos, uso de energia) para obter vantagens”.

Na comparação entre os países, o Brasil fica atrás apenas da Alemanha (40%) e da França (37%).

Chineses (38%), mexicanos (30%), russos (29%) e italianos (28%) são os mais dispostos a abrir mão da privacidade.

Continua após a publicidade
Publicidade