Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mulher de novo procurador-geral do Rio é promovida

Gabriela Serra agora exerce o cargo de assessora de comunicação social

Por Da Redação Atualizado em 4 jan 2017, 11h26 - Publicado em 3 jan 2017, 15h00

Enquanto Eduardo Gussem assume o cargo de procurador-geral de Justiça do Rio, sua mulher, Gabriela Serra, é promovida. Ela assumiu o cargo de supervisora da assessoria do Ministério Público fluminense. A decisão foi publicada no Diário Oficial.

Gabriela acumulará funções, mantendo ainda sua função como coordenadora do Centro de Apoio às Promotorias Eleitorais do MP do Rio.

Atualização: 

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro esclarece que a promotora de Justiça Gabriela Serra ingressou na instituição em 1997, por meio de concurso público. Há quatro anos exerce a coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias Eleitorais do Estado, estrutura administrativa que auxilia e apoia os 249 Promotores com atuação eleitoral no Estado do Rio de Janeiro. No âmbito da coordenação também foram realizadas palestras, seminários e editados livros sobre matéria eleitoral, dentre outras questões previstas em resoluções próprias.

A designação da referida Promotora de Justiça para supervisionar a Comunicação Social da instituição não representa ato de “promoção”, mas apenas um acúmulo de função, sem qualquer ônus para a Instituição ou para os cofres públicos.

A função de supervisionar a Comunicação Social tem por objetivo conferir maior consistência e transparência às matérias que se originam a partir da atuação funcional dos membros do Parquet fluminense e que são veiculadas diariamente nos diversos meios de comunicação, evitando equívocos ou distorções.

Nesse sentido, na busca da construção de uma relação profícua e responsável, o Ministério Público se coloca à disposição para esclarecimentos prévios que se fizerem necessários, a fim de evitar danos à imagem da Instituição e de seus membros.

Continua após a publicidade
Publicidade