Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

MPF quer aumentar pena de sete condenados na Lava-Jato

Caso será analisado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região

Por Ernesto Neves Atualizado em 30 jul 2020, 20h42 - Publicado em 30 out 2017, 19h09

O Ministério Público Federal acaba de protocolar pedido para aumentar as penas dos doleiros Jorge Luz e o filho, Bruno, do empreiteiro Milton Shahin e o filho, Fernando, assim como dos executivos da Petrobras Luiz Carlos Moreira e Demarco Epifânio, e  Agosthilde Mônaco de Carvalho, homem de confiança de Nestor Cerveró.

Os sete foram condenados pelo juiz Sergio Moro no último dia 20 a penas que variam entre 6 e 13 anos de reclusão. 

Publicidade