Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

MPF pede investigação policial sobre falas de Sérgio Camargo

Presidente da Fundação Palmares teria feito declarações de cunho racista contra religiões de matriz africana

Por Mariana Muniz Atualizado em 5 jun 2020, 19h44 - Publicado em 5 jun 2020, 19h17

O Ministério Público Federal pediu, nesta sexta-feira, a abertura de inquérito policial para apurar possível crime de racismo praticado pelo presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo.

Segundo a denúncia recebida pela procuradoria, Camargo proferiu, em reunião com auxiliares, declarações de cunho racista contra todos os praticantes de religião de matriz africana. 

O procurador responsável pelo caso, Peterson de Paula Pereira, solicitou que a PF apure a veracidade dos relatos, lançando mão inclusive de oitiva com todos os envolvidos. A polícia também deverá realizar prova pericial a fim de confirmar a autenticidade dos áudios. 

Publicidade