Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Moro protesta contra decisão de Toffoli que favorece Mantega

Embate na justiça

O juiz Sergio Moro rebateu nesta sexta (14) a decisão do ministro Dias Toffoli de suspender uma ação penal contra Guido Mantega.

Na última quinta (13), Toffoli retirou da 13ª Vara Federal de Curitiba a ação que investiga Mantega por negociar caixa 2 nas eleições de 2014 para beneficiar a campanha presidencial de Dilma Rousseff (PT).

O ministro afirmou que a ação deveria ser julgada pela Justiça Eleitoral. E ainda acusou Moro de burlar uma decisão anterior do STF ao aceitar a denúncia.

“Com todo o respeito ao eminente Ministro, não há contrariedade ao decidido no referido processo”, escreveu Moro.

Segundo o magistrado, a ação não trata de crime eleitoral “mas de imputação tão somente de crime de corrupção e de lavagem de dinheiro”.

Moro escreve ainda que “apesar da evolução da Justiça Eleitoral e da eficiência dos juízes eleitorais, dificilmente terão eles condições de instruir e julgar crimes complexos de corrupção e lavagem de dinheiro…”

A ação seguirá suspensa.

Toffoli determinou que sua decisão ainda precisa ser confirmada pela Segunda Turma. Também pediu parecer do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal.

Veja também

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Pedro Maciel

    Hummm…Trofoli + 2a. tchurma = viés anti-lava-jato….por aí observamos que nosso futuro será turbulento e contraditório…o povo Brasileiro realmente precisa tomar uma postura, e, contribuir para seguirmos o caminho da inteligência, não este que o STF está apontando…

    Curtir

  2. O problema de Toffoli reside na competência, na probidade e na rep utação.

    Curtir

  3. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Toffoli foi advogado da organização criminosa chamada PT(do Lula presidiário) e agora é presidente do STF, o mesmo tribunal que julga a organização criminosa. Como eu explico isso a alguém de país desenvolvido?

    Curtir

  4. O Toffoli deveria ler as duas primeiras páginas da Fundamentação da Metafísica dos Costumes [ só duas esta´bom. se for além ultrapassa os próprios limites da razão] para não mais fundamentar um mesmo ponto e vista em uma única página usando Kant e Aristóteles. São pensamentos contrários e não complementares. O que vale em um não vale no outro. Óleo e água. Daí que ele avocou o Processo do Palocci e companheiros de achaques.

    Curtir

  5. Deve ser difícil para um magistrado da envergadura de Moro ter que se submeter a um advogadozinho de porta de cadeia fazendo papel de um ministro do supremo. Esse é o Brasil.

    Curtir

  6. No STF, por mais paradoxal que pareça, reside o risco de a Justiça emperrar. Tem muito poder na decisão de Ministros que podem fazer oposição ao bom andamento dos processos

    Curtir