Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Moro pede a PGR para investigar citação a Bolsonaro no caso Marielle

Ministro diz que presidente pode ter sido envolvido indevidamente no assassinato da vereadora do PSOL

Por Robson Bonin Atualizado em 30 out 2019, 12h00 - Publicado em 30 out 2019, 11h55

Argumentando que a investigação do assassinato de Marielle Franco já foi prejudicada por pistas falsas e obstrução de Justiça, Sergio Moro pediu ao PGR Augusto Aras que abra investigação para apurar o que, de fato, se passou no episódio do depoimento do porteiro do condomínio de Jair Bolsonaro.

“Oportuno lembrar que, na investigação do crime de assassinato em questão, foi constatado, anteriormente, espúria obstrução da Justiça, com a introdução de testemunha que fraudulentamente apontou falsos suspeitos para o crime. A tentativa de obstrução da Justiça só foi contornada com a atuação independente da Polícia Federal e que contribuiu para identificação dos reais suspeitos pela prática do crime em questão”, escreveu Moro.

“Para que os fatos sejam devida e inteiramente esclarecidos, por investigação isenta, venho através desta solicitar respeitosamente a V.Ex.ª que requisite a instauração de inquérito para apuração, em conjunto, pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal, perante a Justiça Federal, de todo o ocorrido e de todas as suas circunstâncias”, anotou Moro.

Publicidade