Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Moro e Zanin batem boca em depoimento de ex-ministro de Lula

Alexandre Padilha defendeu o ex-presidente

Por Ernesto Neves Atualizado em 15 jun 2018, 15h54 - Publicado em 15 jun 2018, 15h49

O juiz Sergio Moro e o advogado Cristiano Zanin discutiram durante o depoimento de Alexandre Padilha, que foi ministro das Relações Institucionais no governo Lula

Padilha depôs como testemunha de defesa de Lula no processo que investiga o sítio de Atibaia.

Ao ser questionado por Zanin se teve conhecimento de qualquer situação de promiscuidade entre Lula e o empresariado,  a longa resposta de Padilha despertou a impaciência de Moro.

“Vou interromper. Não quero ser rude, pode ser mais breve nessa síntese”, disse o magistrado.

Zanin não gostou.

Continua após a publicidade

“Estou fazendo perguntas sintéticas, vejo muita pertinência nas questões que estão sendo apresentadas pelo ex-ministro Padilha.

“Eu não vejo”, rebateu Moro.

Zanin fez, então, sua tréplica.

“A prova da defesa não pode ser encarada como perda de tempo”.

“Você pode ser mais objetivo, para poupar o tempo do juiz”, encerrou Moro.

Continua após a publicidade
Publicidade