Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Moro confisca R$ 606 mil de Lula

Dinheiro estava em quatro contas bancárias do ex-presidente

Por Ernesto Neves Atualizado em 20 jul 2017, 10h11 - Publicado em 19 jul 2017, 13h50

Por ordem do juiz Sergio Moro, o Banco Central acaba de bloquear R$ 606.727 pertencentes ao ex-presidente Lula.

O dinheiro estava depositado em quatro contas bancárias do ex-presidente: R$ 397.636 no Banco do Brasil, R$ 123.831 na Caixa Econômica Federal, R$ 63.702 no Bradesco e R$ 21.557 no Itaú.

O confisco inclui ainda três imóveis, localizados em São Bernardo do Campo, um terreno e dois automóveis. 

Na sentença em que condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão pelo tríplex, Moro havia exigido o pagamento de R$ 16 milhões. O valor é referente a uma conta que seria usada pela empreiteira OAS para abastecer o PT e será devolvido à Petrobras. 

Desse montante, o magistrado descontou o valor do tríplex, dos três apartamentos, do terreno, dos dois veículos e mandou que a diferença fosse arrestada do saldo bancário até o limite de R$ 10 milhões.

Continua após a publicidade

O pedido de sequestro foi feito pelo Ministério Público Federal. Esse requerimento do MPF incluiu também dona Marisa. A ex-primeira-dama faleceu no dia 3 de fevereiro, e teve sua pena extinta.

  •  

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade