Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Moro aceita nova ação contra Tacla Durán

Nova ação penal

Por Ernesto Neves Atualizado em 14 mar 2018, 18h52 - Publicado em 14 mar 2018, 18h12

O juiz Sergio Moro recebeu nesta quarta (14) denúncia do Ministério Público Federal contra o advogado Rodrigo Tacla Durán por acusação de lavagem de dinheiro.

Essa nova ação penal diz respeito às operações de Durán para a empreiteira Mendes Júnior. Segundo os procuradores, Durán movimentou ao menos R$ 25,5 milhões da Mendes Júnior em propina para agentes públicos e políticos.

“Para viabilizar os pagamentos, a Mendes Júnior foi orientada pelo Grupo Odebrecht para contratar de forma simulada o escritório de Rodrigo Tacla Duran que já prestava serviços ao Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht”, escreveu o juiz.

Em outra ação penal, ele é acusado de lavar mais de R$ 50 milhões da Odebrecht e da UTC. 

Durán está foragido na Espanha. Ele acusa o advogado Carlos Zucolotto Jr, ex-sócio da esposa de Sergio Moro e padrinho de casamento do juiz, de oferecer delação premiada através de pagamento de caixa dois. 

 

Continua após a publicidade
Publicidade