Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Minoritários contra Bendine

A nomeação de Aldemir Bendine para a presidência da Petrobras é mais uma prova da falta de diálogo pela qual o governo recebe tantas críticas. Representante dos acionistas minoritários no Conselho da Petrobras e presidente da Associação de Investidores do Mercado de Capitais (AMEC), Mauro Cunha não engoliu a forma como o governo escolheu Bendine. […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h10 - Publicado em 6 fev 2015, 17h18
mauro cunha

Cunha: críticas ao processo de escolha

A nomeação de Aldemir Bendine para a presidência da Petrobras é mais uma prova da falta de diálogo pela qual o governo recebe tantas críticas. Representante dos acionistas minoritários no Conselho da Petrobras e presidente da Associação de Investidores do Mercado de Capitais (AMEC), Mauro Cunha não engoliu a forma como o governo escolheu Bendine.

Cunha diz que os conselheiros da estatal ficaram sabendo da escolha pela imprensa, sem debates, e que a decisão foi por maioria, e não por unanimidade.

– O acionista controlador mais uma vez impõe sua vontade sobre os interesses da Petrobras, ignorando os apelos de investidores de longo prazo.

Continua após a publicidade
Publicidade