Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro do TCU condiciona obra em rodovia por suspeita de irregularidades

Suspeita de irregularidades

Ministro do TCU, Bruno Dantas condicionou obras em um rodovia no Amapá com a aprovação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Isso porque o Consórcio BR156/AP firmou contrato com o governo do estado, no valor de 214,8 milhões de reais, sem contrapartida. O MPF alega que existem inúmeras irregularidades no contrato, relacionadas a estudos de topografia, tráfego etc.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s