Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ministério da Saúde culpa São Paulo por falta de AstraZeneca no estado

Pasta diz que SP está utilizando como primeira dose vacinas que deveriam estar sendo destinadas à segunda aplicação

Por Laísa Dall'Agnol 9 set 2021, 19h17

O Ministério da Saúde rebateu as críticas do governo de São Paulo, que mais cedo responsabilizou a pasta pela falta de vacinas da AstraZeneca no estado — nesta quinta, a capital registrou 50% dos postos sem o imunizante para segunda dose.

De acordo com o governo federal, São Paulo não está seguindo as recomendações do Programa Nacional de Imunizações, utilizando como primeira dose vacinas que deveriam estar sendo destinadas à segunda aplicação e que, por isso, está havendo a falta do imunizante nos postos.

“Até o momento, foram entregues ao estado 12,4 milhões de dose 1 e 9,2 milhões de dose 2 da AstraZeneca. As 2,8 milhões de doses não foram enviadas porque o prazo de intervalo entre a primeira e segunda dose só se dará no final do mês”, diz o Ministério da Saúde.

A pasta diz que dados inseridos por São Paulo no LocalizaSUS mostram que o estado aplicou 13,99 milhões de dose 1 e 6,67 milhões de dose 2.

Continua após a publicidade
Publicidade