Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Milhões do contador

A CPI mista do Cachoeira recebeu uma infinidade de dados das movimentações financeiras do bicheiro Carlinhos Cachoeira e de comparsas do esquema. Em uma primeira análise, os integrantes da comissão já estão convencidos de que será mais difícil do que se pensava analisar o calhamaço de extratos. Os primeiros dados enviados à CPI, sobre a […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h39 - Publicado em 12 jun 2012, 07h05

Alguns milhões a mais

A CPI mista do Cachoeira recebeu uma infinidade de dados das movimentações financeiras do bicheiro Carlinhos Cachoeira e de comparsas do esquema. Em uma primeira análise, os integrantes da comissão já estão convencidos de que será mais difícil do que se pensava analisar o calhamaço de extratos.

Os primeiros dados enviados à CPI, sobre a conta da empresa Alberto & Pantoja Construções no HSBC, mostram uma infinidade de depósitos milionários não identificados (leia mais em Na trilha do Deltaduto e em Saques milionários).

A CPI sabe que a conta movimentou entre maio de 2010 e agosto de 2011 cerca de 5,2 milhões de reais em operações com o cartão do contador Geovani Pereira da Silva, o procurador da conta, e outros 8,4 milhões de reais em cheques assinados pelo contador.

A informação é nova, pois os parlamentares, com base nos dados da Polícia Federal, tinham registrado até agora movimentações da ordem de 7 milhões de reais em nome do contador de Cachoeira.

O desafio dos parlamentares agora é decifrar as movimentações financeiras como depósitos e pagamentos a terceiros realizado a partir da conta da empresa fantasma.

Continua após a publicidade
Publicidade