Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Meirelles apostou que não estaria sozinho ao atirar em Alckmin

Erro de diagnóstico ao comprar briga no TSE

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 23 ago 2018, 09h51 - Publicado em 23 ago 2018, 08h32

A campanha de Henrique Meirelles tinha convicção de que não atiraria sozinha em Geraldo Alckmin na semana passada.

A entourage do ex-ministro dava como certo que PT e PDT também recorreriam ao TSE para impugnar a candidatura tucano.

Sem companhia, Meirelles acabou exposto desnecessariamente.

Publicidade