Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mea culpa

A Anvisa arrumou um argumento para se defender da pecha de agência excessivamente burocratizada, acusação feita por nove entre dez laboratórios. Uma consultoria contratada pela Anvisa concluiu que 49% do tempo consumido no processo de regularização de medicamentos são de responsabilidade das empresas. O motivo? Segundo o levantamento, lista de documentos incompleta, estudos fora do […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h20 - Publicado em 23 set 2013, 11h28

Argumento contra burocratização

A Anvisa arrumou um argumento para se defender da pecha de agência excessivamente burocratizada, acusação feita por nove entre dez laboratórios.

Uma consultoria contratada pela Anvisa concluiu que 49% do tempo consumido no processo de regularização de medicamentos são de responsabilidade das empresas.

O motivo? Segundo o levantamento, lista de documentos incompleta, estudos fora do padrão exigido e, em alguns casos, até pedido de suspensão do processo, alternativa que garante ao laboratório ganhar tempo sem perder o lugar na longa fila de análise da agência.

A carimbada da agência para liberar um remédio ao mercado costuma demorar em média dois anos.

Continua após a publicidade
Publicidade