Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Marco legal

Reginaldo Lopes, que preside a CPI da Violência contra Jovens Negros e Pobres, quer criar um marco legal para a proteção a testemunha, a partir do relatório final da comissão. Lopes diz ter recebido na CPI relatos de pessoas que morreram após deixar o programa de proteção.

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 01h15 - Publicado em 1 jun 2015, 11h23
Lopes: reforço à proteção de testemunhas

Lopes: reforço à proteção de testemunhas

Reginaldo Lopes, que preside a CPI da Violência contra Jovens Negros e Pobres, quer criar um marco legal para a proteção a testemunha, a partir do relatório final da comissão.

Lopes diz ter recebido na CPI relatos de pessoas que morreram após deixar o programa de proteção.

Publicidade