Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Marco Aurélio sobre Bolsonaro: ‘É preciso deixar o presidente trabalhar’

Ministro do STF buscou reduzir tensões em torno do gesto hostil do presidente ao Congresso: 'Não acredito que ele ache que alguém governa o Brasil sozinho'

Por Mariana Muniz - 27 fev 2020, 08h33

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, disse nesta quarta que não via motivos para alarde no fato de Jair Bolsonaro ter propagado conteúdo para seus contatos de WhatsApp um vídeo com ataques ao Congresso. “Não acredito que ele ache que alguém governa o Brasil sozinho. O Executivo precisa estar de braços dados com o Legislativo”, afirmou ao Radar.

O ministro lembrou que a ordem dos três poderes prevista na Constituição tem a ver com esta relação: “O Legislativo vem antes dos outros dois porque é ele quem dá os rumos, aprova as leis, implementa as reformas”.

Para o ministro, Bolsonaro tem “encargos mil” e pode não ter se atentado para o conteúdo da mensagem que passou adiante. “É preciso deixar o presidente trabalhar. O Brasil tem problemas sérios que nos envergonham e que precisam ser resolvidos”, disse.

Publicidade