Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Marcelo Odebrecht entrega defesa em ação sobre repasses ao PT

Ação investiga repasse de R$ 23,5 milhões

Por Ernesto Neves - 10 out 2018, 17h00

A defesa de Marcelo Odebrecht entregou ao juiz Sergio Moro as alegações finais na ação em que é investigado por repasses ao PT por meio de pagamentos feitos aos publicitários João Santana e Mônica Moura.

A defesa pede a concessão de benefícios previstos no acordo de delação premiada, como a redução de pena. E que Odebrecht seja inocentado da acusação de lavagem de dinheiro.

” (…) a improcedência da pretensão acusatória quanto às imputações de lavagem de dinheiro em face do Colaborador, pois, a toda evidência, os fatos apontados pela denúncia como configuradores do tipo penal de lavagem de capitais consistem em meros exaurimentos do crime de corrupção ativa pelo qual já foi condenado”, escreveram os advogados.

Segundo o MPF, Odebrecht teria repassado R$ 23,5 milhões ao PT através dos publicitários entre outubro de 2014 e maio de 2015.

Continua após a publicidade
Publicidade