Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mapeamento alerta para vulnerabilidade de empreendedoras negras

Achado faz parte de estudo do ID_BR sobre a situação de mulheres negras e empreendedoras durante crise

Por Mariana Muniz 9 abr 2020, 10h25

O Instituto Identidades do Brasil (ID_BR), que busca acelerar a promoção da igualdade racial no mercado de trabalho, fez um levantamento para mapear como as mulheres negras  empreendedoras e profissionais trabalhando em empresas nacionais e multinacionais estão lidando com o período de crise durante a pandemia da Covid-19 e sugerir soluções de curto e médio prazo neste novo cenário. 

Em parceria com Empodera, Empregueafro e Faculdade Zumbi dos Palmares, a pesquisa aconteceu de 31 de março a 2 de abril e contou com 243 respondentes de 19 estados e Distrito Federal. O resultado será apresentado pelo Instituto e parceiros, via webinar, nesta quinta-feira. 

De acordo com a pesquisa, entre as empreendedoras negras, 79,4% não dispõem de reservas financeiras, enquanto 48% apontam que a principal necessidade é garantir recursos para manter o negócio ativo. 56% afirmam ter custo mensal médio entre 1 mil a 5 mil reais, orçamento superior à ajuda oferecida pelo governo, de R$600.

Sobre as profissionais negras que estão alocadas em empresas nacionais e multinacionais, o levantamento aponta que 76,5% têm medo de perder o emprego, enquanto 13,2% temem pela saúde e 10,3% estão receosas com a manutenção de ações de diversidade e inclusão. Entre as principais necessidades, o apoio psicológico lidera com 39,7%. 

Continua após a publicidade
Publicidade