Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mandetta tem “carta branca” para sair ou ficar, diz líder do DEM

Ministro tem suas orientações contrariadas pelas declarações de Bolsonaro

Por Evandro Éboli - 25 mar 2020, 14h06

O comando do Democratas está fechado e solidário com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, neste momento que suas orientações para o combate ao coronavírus tem sido atropeladas pelas posições de Jair Bolsonaro.

Mandetta é deputado federal reeleito pelo DEM.

O partido decidiu não interferir em qualquer decisão que o ministro venha a tomar, seja sair ou ficar no governo.

“O ministro Mandetta tem apoio total, absoluto e irrestrito do partido na decisão que tomar. Do partido, ele tem carta branca para tomar a melhor decisão, de permanecer ou não. Sua condução tem sido irrepreensível, técnica e em benefício da população. A decisão é dele”, disse o deputado Efraim Filho, líder do DEM na Câmara, e também integrante da Executiva nacional do partido.

Publicidade