Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mais um round

Acabou há pouco uma tensa reunião do conselho da Wilkes, holding que controla o Grupo Pão de Açúcar. No centro da mesa, mais um capítulo da briga entre o Casino e Abílio Diniz. (leia mais em Abílio versus Casino) O Casino pediu a convocação da reunião do Conselho de Administração do grupo Pão de Açúcar […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 07h50 - Publicado em 19 set 2012, 16h55

Abílio: refrega interminável

Acabou há pouco uma tensa reunião do conselho da Wilkes, holding que controla o Grupo Pão de Açúcar. No centro da mesa, mais um capítulo da briga entre o Casino e Abílio Diniz. (leia mais em Abílio versus Casino)

O Casino pediu a convocação da reunião do Conselho de Administração do grupo Pão de Açúcar para votar seu plano da governança da empresa. Abílio, através de seu advogado, Marcelo Ferro, opôs-se.

Considera as mudanças inoportunas, pois se dariam em meio à sua negociação para sair do Pão de Açúcar.

O voto de cada uma das partes foi recheado de ressalvas. Possivelmente para justificar um novo processo litigioso.

A próxima batalha desta guerra ocorrerá no dia 27, durante a reunião do conselho do grupo.

O que se desenha é: Abílio buscará o apoio dos conselheiros independentes – Pedro Henrique Chermont, Cândido Bracher, Guilherme Affonso Ferreira e Fabio Schartzman – para barrar as mudanças.

Continua após a publicidade
Publicidade