Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mais antigo bloco de carnaval do Rio defende folia fora de época

Em razão da pandemia, Cordão do Bola Preta quer união entre estados e municípios para carnaval sem riscos à saúde e sem prejuízo financeiro

Por Mariana Muniz Atualizado em 7 ago 2020, 13h36 - Publicado em 7 ago 2020, 13h30

Mais tradicional bloco de rua do Rio, o Cordão da Bola Preta começou a reunir apoio entre seus pares para pressionar o governo a oficializar o carnaval carioca em julho do ano que vem. A perspectiva sobre a volta à “vida normal” pós-pandemia é feita com cautela pela agremiação.

“Mesmo com uma vacina no início do ano, não é todo mundo que vai estar vacinado. Imagina um carnaval com todo mundo com medo? Não combina!”, disse ao Radar o presidente do Bola, Pedro Ernesto Marinho.

ASSINE VEJA

A nova Guerra Fria Na edição desta semana: como a disputa entre Estados Unidos e China pode ser vantajosa para o Brasil. E mais: ‘Estou vivendo o inferno’, diz Marcelo Odebrecht
Clique e Assine

A turma sabe do “quem não chora, não mama” sabe do que está falando. A primeira vez que o Bola colocou o bloco na rua foi no hoje mítico carnaval de 1919, quando o Rio comemorava a recuperação da gripe da espanhola.

Continua após a publicidade

Publicidade