Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula, um poço de mágoas com Toffoli e Cármen Lúcia

Petista esperava que algum deles pautasse rapidamente o julgamento da legalidade das prisões após condenação em segunda instância

Depois de um ano e meio preso, Lula já não consegue segurar o rancor que tem por três autoridades que, no auge de sua popularidade, considerava como aliados. O alvo mais óbvio da repulsa do ex-presidente é o ex-ministro Antonio Palocci, delator premiado da Lava-Jato e o primeiro petista a quebrar a omertà no partido. Mas os outros dois desafetos estiveram sob os holofotes nesta quinta no STF.

Lula é um poço de mágoa em relação a Dias Toffoli e Cármen Lúcia, ministros do Supremo. Os dois foram indicados pelo ex-presidente, que esperava que algum deles pautasse rapidamente o julgamento que discute a legalidade das prisões após condenação em segunda instância – tema que pode devolvê-lo para a liberdade. Cármen passou seus dois anos à frente do STF ignorando o assunto. Toffoli só agendou a discussão do tema mais de um ano após ter assumido o posto mais alto da Corte.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. jose monteiro

    Vergonha, todos ministros do STF foram indicados para depois salvar as bu n das sujas. E nos dizem que tem obedecer o “Notório Saber Jurídico”. E nós nem reclamamos, povo bovino.

    Curtir

  2. Aldo Ferreira de Moraes Araújo

    Tadinho!

    Curtir