Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula é avisado da decisão do STF de julgar segunda instância

Uma eventual mudança de posicionamento do STF poderá beneficiar o petista

Por Mariana Muniz 14 out 2019, 15h12

Com hora marcada para ver Lula na Superintendência da Polícia Federal nesta segunda, o advogado Cristiano Zanin dará logo mais ao ex-presidente a notícia de que o Supremo Tribunal Federal julgará a legalidade da prisão em segunda instância na quinta.

Lula foi preso após ser condenado em segunda instância, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá.

Uma eventual mudança de posicionamento da Corte poderá beneficiar Lula. “Não existe qualquer decisão condenatória definitiva contra o ex-presidente Lula e, à luz do que prevê a Constituição, ele jamais poderia estar cumprindo pena”, diz Zanin.

Será que Lula vai curtir a notícia?

Continua após a publicidade
Publicidade