Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula convocou deputados do Nordeste para defendê-lo

Aliados atenderam ao pedido, de olho no apoio do petista em 2018 - e aí é que mora o perigo

Por Gabriel Mascarenhas 20 set 2017, 18h08

Lula negocia com o que não pode entregar. Ele ainda usa sua influência política e o potencial de transferência de votos para mover as bancadas.

Na semana passada, o petista foi denunciado na Operação Zelotes pela venda de uma medida provisória que prorrogou benefícios fiscais de montadoras no Centro-Oeste, Nordeste e Norte.

Ato-contínuo, Lula convocou parlamentares do Nordeste a sair em defesa dele, sob argumento de que a tal MP beneficiou estados na região e, num recado velado, de que 2018 está logo ali.

As excelências que anseiam pelo apoio do ex-presidente subiram às tribunas do Congresso para atender ao pedido.

Nessa leva, até Armando Monteiro, virtual candidato ao governo de Pernambuco e que não costuma se meter nessas questões, fez a sua parte.

Quando apresentou seu pleito, Lula só não avisou aos aliados que ele próprio espera ser preso em breve e que ninguém elege da cadeia.

No campo Jurídico, a denúncia foi acolhida ontem, e o petista virou réu em mais uma ação penal.

Continua após a publicidade
Publicidade