Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Livro narra o drama de crianças haitianas vítimas de pedofilia na igreja

'A cruz haitiana', da jornalista Iara Lemos, narra histórias de vítimas e mostra como a Igreja Católica escondeu religiosos pedófilos no Haiti

Por Robson Bonin Atualizado em 8 set 2020, 16h25 - Publicado em 3 set 2020, 17h33

Chega às livrarias no próximo dia 18 o livro A Cruz Haitiana, 226 páginas (37 reais), Tagore Editora, obra da jornalista Iara Lemos que investiga a violência sofrida por crianças haitianas vítimas de religiosos da Igreja Católica naquele país.

Iara mostra como a igreja usou seu poder para esconder religiosos pedófilos no Haiti. Foram mais de 10 anos de pesquisas em três países — o livro ainda resgata documentos do Vaticano, da Justiça do Canadá, Estados Unidos e do Haiti. Período em que a jornalista colheu depoimentos de vítimas dessa chaga da igreja.

“No livro, tive o apoio de um ícone internacional sobre pedofilia ligada à igreja católica: Mitchell Garabedian, o advogado do caso Spotlith, que é representado no filme, inclusive. Ele me abriu acesso a algumas vítimas. Foi um processo dolorido”, diz Iara.

O prefácio da obra é do também jornalista e colunista de VEJA Matheus Leitão Netto.

VEJA RECOMENDA | Conheça a lista dos livros mais vendidos da revista e nossas indicações especiais para você.

 

//Divulgação
Continua após a publicidade
Publicidade