Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lewandowski avisa Fux que seguirá despachando no recesso

Desde a gestão Dias Toffoli, antes da pandemia, alguns ministros decidiram permanecer trabalhando em seus casos durante férias de julho

Por Laísa Dall'Agnol 30 jun 2021, 12h01

O ministro do STF Ricardo Lewandowski avisou ao presidente da Corte, ministro Luix Fux, que continuará despachando durante o recesso de julho.

“Continuarei decidindo as liminares, cautelares e tutelas de urgência nos processos dos quais sou relator ou naqueles que sejam a mim distribuídos por prevenção”, comunicou em ofício.

Na terça, Fux já havia informado que dividiria o comando da Presidência do STF durante o plantão de julho com a ministra Rosa Weber. Os despachos, segundo ele, serão apenas para “análise de questões urgentes”.

Geralmente, o presidente — ou o vice no exercício da Presidência — fica responsável pelos casos urgentes nas férias.

Desde os últimos recessos — desde a gestão Dias Toffoli, antes da pandemia — alguns ministros decidiram permanecer trabalhando em seus casos.

Continua após a publicidade
Publicidade